Caminito
andalucia,  Espanha,  Europa

Caminito del Rey | Uma experiência radical incrível

Caminito del Rey é um percurso pedestre natural na região de Málaga. Outrora foi um dos percursos mais perigosos de se fazer pelo facto de se localizar numa parede de rocha vertical com um curso de água em baixo.

Desde que conheço este percurso pedestre, pelas fotos e vídeos que se encontram na Internet, que o desejava fazer. E finalmente consegui reservar uma entrada. É realmente uma grande experiência radical, feita em passadiços suspensos no meio de paredes rochosas.

Já ficou interessado? Quer saber onde é e como fazer as reservas? Como chegar e onde se hospedar? Pois vamos explicar tudo, mas antes um pequeno enquadramento deste percurso para saber como e porque é que foi criado.

História do Caminito del Rey

O caminito del Rey encontra-se localizado no desfiladeiro de Los Gaitanes em El Chorro, onde também passa a linha de comboio de Sevilha a Málaga. Este trilho foi construído pelos antigos trabalhadores das barragens existentes neste desfiladeiro entre 1903 e 1905. Serviu para a sua construção e posterior manutenção.

Caminito del Rey - Nesta seção observa-se o percurso antigo e o novo percurso
Caminito del Rey – Nesta seção observa-se o percurso antigo e o novo percurso

Inicialmente o trilho era bastante perigoso e arriscado, mas ao mesmo tempo, muito desafiador e até chegou a ter a presença do rei Afonso XIII. Desde então ficou conhecido como o Caminito del Rey. Com o passar dos anos a estrutura existente foi-se degradando e tornando-se cada vez mais arriscado realizar este percurso, uma vez que também deixou de ser usado para a sua função inicial.

Caminito del Rey - Percurso da linha de combio do lado oposto ao percurso pedestre
Caminito del Rey – Percurso da linha de combio do lado oposto ao percurso pedestre

Posteriormente foi encerrado e recuperado para em 2015 ser reaberto ao publico com toda a segurança exigida e necessária para receber os seus visitantes.

Caminito del Rey - Secção final
Secção final do percurso pedestre

Como chegar

Pode chegar ao Caminito del Rey de carro ou de comboio. Se vier de comboio deverá apanhar o comboio que tem como destino a estação de El Chorro, em Alora. Esta estação de comboio localiza-se na parte final do trajeto e aqui é possível apanhar os autocarros que o levam para o início do trajeto.

Estação de El Chorro
Estação de El Chorro

De carro, talvez o método mais utilizado para quem vai de Portugal para o caminito, deverá seguir a direção de El Chorro. El Chorro é a pequena aldeia onde termina o percurso. Para aqui chegar, vindo de Sevilha, deve seguir a A-92 que liga a Granada. Depois de sair da autoestrada, pode seguir qualquer uma das direções assinaladas no GPS. As estradas perto da zona do Caminito del Rey, são de montanha, estreitas, mas com panorâmicas deslumbrantes.

Caminito del rey - caminho de acesso.

Ao chegar a El Chorro pode optar por deixar o carro em três locais. Na própria aldeia de El Chorro e apanhar o autocarro até ao início do percurso. Deixar o carro no parque pago do Centro de Visitantes que já encontra próximo da entrada para o início do trilho e onde se pode apanhar o shuttle bus que o leva até ao inicio.

Se tiver de visita a Ronda pode incluir no seu roteiro a visita ao Caminito de Rey, já que este se encontra a apenas 60 km de distância pela A-367.


Pesquise já a sua viagem

Hoteis

hotel compare tool from hotelcombined

Aviões
Rent-a-car
Actividades
Transfers
Agências de Viagens

Como reservar bilhetes

Pode reservar o bilhete de duas formas: adquire uma viagem organizada; adquire o bilhete de forma individual o site oficial do Caminito del Rey. Devido à elevada procura, principalmente aos fins-de-semana, deverá comprar com enorme antecedência. Normalmente no website, os bilhetes são disponibilizados com a antecedência de 4 meses.

É ainda possível comprar bilhetes de última hora à entrada do caminito, mas não é recomendado, dado que poderá não conseguir entrar. Mas se este for o seu caso, dirija-se ao ínicio do percurso o mais cedo possível.

A experiência

1ª parte do troço: centro de receção e desfiladeiro

O início do percurso é uma caminhada por uma caminho de terra batida ao lado do rio, pelo meio de um vale e pinhal. Este início pode ser acedido por dois acessos. O primeiro permite chegar à receção em 25 min (distância de mais ou menos 1,5km) e o segundo encontra-se a 50 min (distância de 2,7 km) do receção e validação dos bilhetes.

Nós optamos pelo mais próximo e até ao centro de receção o desnível é bastante ligeiro e a caminhada bastante agradável.

No início temos que atravessar um túnel estreito de 150 metros que acede ao caminho de terra batida.

No final do percurso encontramos a receção, o controlo de entradas e a entrega dos capacetes. Aqui há ainda casas de banho.

Depois do início do percurso oficial iremos passar ao lado da Central hidroelétrica de Gaitanejo e muito perto da represa (presa de Gaitanejo). Seria aqui que a água era desviada para percorrer de forma artificial todo o desfiladeiro, até passar para o outro lado, através de uma ponte.

Continuando a caminhada, iremos passar pelo “ponto zero” e entrar num desfiladeiro bastante estreito e alto. Aqui, começa igualmente o percurso suspenso e feito em cima de tábuas e é aqui que começam as emoções fortes 🙂

Esta primeira parte do percurso tem aproximadamente 1 km. Para a percorrer tivemos próximos da água, num desfiladeiro apertado que depois se torna mais largo, passamos por pequenos túneis e vimos partes do antigo canal. Podemos também observar no outro lado do desfiladeiro o caminho de ferro, por entre os vários túneis e aberturas.

O final é bastante interessante já que termina numa abertura do desfiladeiro conhecido como o “Valle del Hoyo” onde o rio vai mais calmo e o percurso é novamente em terra batida, pelo meio de pinheiros e onde se pode observar animais selvagens.

2ª parte do troço: desfiladeiro de los Gaitanes e parede sul

Depois de concluir a parte do troço mais larga volta-se a entrar novamente no desfiladeiro. Esta é a zona mais interessante e onde, quem têm mais vertigens, terá que lutar contra elas, para concluir o percurso.

A entrada no desfiladeiro inicia-se aos 2390 metros percorridos e junto à comporta do canal. Aqui o canal iniciava o seu percurso de forma subterrânea até emergir na ponte do aqueduto. Esta parte do percurso interior é atualmente utilizada em dias de muita chuva e quando a segurança seja posta em causa.

Já esta parte do percurso é bastante alta, tanto acima da nossa cabeça, como a distância ao rio. Ao longo do percurso encontra-se um balcão em vidro, local ideal para umas fotos.

Partes do percurso encontram-se sobre o percurso antigo, o que nos permite observar o seu estado de degradação. O mais deslumbrante desta parte é mesmo a sua altura.

Já na sua parte final, ao fim de 2900 metros encontramos a ponte do aqueduto e uma ponte metálica por onde teremos que atravessar, a 105 metros de altura, para a outra parede. A ponte possui 35 metros de comprimento e não espere que esta não “dance” a cada passo que dá e é enorme a sensação de vazio.

Já do outro lado, o percurso faz-se na parede vertical sendo a zona que nos causou maiores “calafrios” pelas escadas, ao longo do percurso, para que este passe por cima do túnel da linha de comboio. É um final em grande.

Depois é percorrer o resto do percurso até à entrega dos capacetes. Nesta parte do percurso encontramos algumas edificações da antiga povoação de “El Chorro”.

Recomendações

O Caminito del Rey é um percurso pedestre em que grande parte se realiza sobre um passadiço de madeira dentro de um desfiladeiro. A maior recomendação é não o fazer se sofre de muitas vertigens.

De resto, o percurso está bem assinalado, bem conservado e ao longo do mesmo encontramos vários funcionários preparados para nos apoiar. Devido à sua dimensão leve comida e água.

  • O percurso não é linear e pode adquirir com a sua entrada o bilhete de autocarros que nos levam desde a chegada até à partida.
  • Chegue com tempo. Não se esqueça que terá de percorrer até à entrada do percurso uma parte a pé. Conte com pelo menos 30 minutos de antecedência.
  • Menores de 8 anos não podem fazer o percurso.
  • Não pode levar bastões de caminhada.
  • Tente ir ao caminito entre na primavera ou no outono. No verão a região é bastante quente e no inverno aumenta a probabilidade de que o percurso esteja encerrado devido às condições atmosféricas.


Planeie a sua próxima viagem utilizando as seguintes ferramentas e/ou Websites


Utilizando as sugestões e as ferramentas existentes no website está a ajudar a manter o scannertrip. Não paga mais por isso e serão certamente dicas que o apoiarão nas suas viagens. Para o Scannertrip faz toda a diferença!

  • Para encontrar as melhores estadias utilize o Booking. É um dos melhores websites de reservas de estadias e sempre com algumas promoções em alguns destinos. A confiança e a facilidade de reserva e cancelamento fazem com que seja mesmo o mais popular. 
  • Para comparar preços de estadias pode utilizar o Hotels Combined ou o hotellook. Estes motores de busca mostram os diferentes preços de outros websites para o mesmo destino. Pode eventualmente haver um preço mais baixo para o mesmo hotel noutro website e estes motores de buscar irão mostrar.
  • Se precisar de andar de avião, pesquise os voos num comparador de preços. Recomendo o jetradar ou o muito conhecido Kiwi.
  • Quando está a pensar no que fazer no seu destino irá obviamente pesquisar atividades para o ocupar. Use este comparador de atividades existente no scannertrip fornecido pelo Musement, o tiqets ou o civitatis.
  • Transfers de e para o aeroporto podem ser adquiridos através do website kiwitaxi. Assim não precisa de entrar em contato com as diferentes companhias existentes no seu destino à procura do melhor preço.
  • Se optar por reservar um automóvel utilize igualmente os comparadores de preços. O website autoeurope que compara os preços de diferentes companhias de aluguer.
  • Recomendamos a Agência de Viagens Logitravel para a reserva da sua viagem. Pode ainda fazer pesquisas por viagens combinadas ou até por viagens de cruzeiros.

Sugestões para a sua estadia perto do Caminito

O caminito encontra-se numa zona montanhosa e afastada de grandes cidades. Por esse motivo os alojamentos baseiam-se essencialmente em alojamentos locais.

Booking.com

Ou escolha entre as opções mais populares existentes na área.

Leave a Reply