Europa,  Reino Unido

Gibraltar | o que visitar num dia

Gibraltar é um pequeno território pertencente ao Reino Unido, no sul da Península Ibérica e na separação do Oceano Atlântico para o Mediterrâneo. Conhecido como o “The Rock – Rochedo” devido à sua forma, é um destino turístico para quem viaja pela Andaluzia.

Visitar Gibraltar é também sinónimo de visitar os macacos que vivem livremente na zona protegida e verde do território. Gibraltar é mesmo um local muito peculiar já que, em apenas sete quilómetros quadrados há um parque natural com animais selvagens, grutas e uma cidade com muita vida, um aeroporto e um cais comercial bastante movimentado.

Macacos de Gibraltar
Macacos de Gibraltar

Se está a pensar visitar Gibraltar, este artigo poderá servir de guia para a sua viagem.

Mapa de Gibraltar

Booking.com

Um pouco da sua história

Não querendo ser muito pormenorizado, já que a história de Gibraltar é muito fácil encontrar noutros websites que tem esse objetivo penso ser importante referir que Gibraltar é e foi bastante importante para o controle das passagens do Mar Mediterrâneo tendo sido por isso alvo de várias disputas ao longo dos anos, desde cartagineses, romanos, muçulmanos e mesmo pelos espanhóis. No entanto em 1713, Gibraltar foi cedido à Grã-Bretanha, por Espanha, no cumprimento do Tratado de Utrecht. Hoje é um Território Britânico Ultramarino com algumas diferenças do Reino Unido em relação a alguns aspetos, tais como nas fronteiras.

Como chegar a Gibraltar

A principal porta de entrada é por via terreste através da cidade de La Linea de La Concepcion, localizada mesmo junto à fronteira com Gibraltar. La Linea localiza-se perto de Algeciras e é facilmente acedida por autoestradas.

A fronteira terrestre encontra-se aberta 24 horas por dia, todos os dias, e pode-se atravessar a fronteira de meios motorizados ou a pé, estacionando nos parques junto à fronteira. A entrada e saída de pessoas e carros de Gibraltar só é encerrada quando há algum voo a chegar ou a sair de Gibraltar, isto porque o acesso atravessa a pista do aeroporto. Sim, esta é uma enorme característica da fronteira de Gibraltar. O espaço é tão pequeno que o aeroporto foi construído junto à fronteira e roubando terra ao mar.

A outra forma de chegar a Gibraltar é através do aeroporto que possui ligações essencialmente com cidades do Reino Unido.

Há ainda a entrada por ferrys através do seu porto comercial.


É necessário visto ou passaporte?

Apesar do Brexit, de Gibraltar ser um território Inglês e não pertencer aos Espaço Schengen não é necessário aos cidadãos europeus visto ou passaporte. Desta forma o processo de passagem pela fronteira é bastante rápido e basta para tal mostrar o Cartão do Cidadão.

Gibraltar e aeroporto
Gibraltar e aeroporto. Do outro lado é Lá Linea de La Concepcion
beenhere

TRAVEL TIP

Na época alta e devido ao estacionamento limitado é recomendável deixar os carros na Linea de La Concepcion, em Espanha, junto à fronteira.

É necessário trocar dinheiro?

Pois nós não efetuamos a troca. Em todos os locais onde entramos e tudo o que compramos é aceite o Euro e a Libra. Além disso podemos sempre pagar com o cartão multibanco ou crédito. No entanto, a conversão direta em lojas, por vezes pode não nos beneficiar.

Qual a melhor altura para visitar?

Gibraltar encontra-se localizado a sul de Espanha, na interseção entre o Mar Mediterrâneo e o Oceano Atlântico. Por esse motivo sofre da influência marítima mas também pela sua topografia. Os verões são secos e quentes, mas os invernos são mais irregulares entre o quente e húmido. Durante a nossa última visita, realizada na primavera, junto à cidade o clima estava ameno. No entanto, a reserva natural, na zona mais alta, o clima era encoberto e com uma morrinha (e a distância é curta mas o declive elevado).

Gibraltar, vista para o parque natural
Vista para o Parque Natural e para o nevoeiro que apenas lá se sentia

Gibraltar é seguro?

O nosso guia referiu que em Gibraltar os maiores ladrões são mesmo os macacos. Esta observação demonstra que neste pequeno território os níveis de criminalidade são bastante baixos.

A nossa experiência em Gibraltar

Após termos passado a fronteira fomos estacionar no parque junto ao teleférico. Lá equacionamos todas as possibilidades que existiam para ir visitar os macacos e toda a Upper Rock. No entanto o tempo nublado e com alguma chuva levou-nos a escolher a viagem com guia numa das muitas carrinhas e empresas que se encontram espalhadas junto ao teleférico e até na Main Street. Mas antes da viagem decidimos percorrer a sua rua mais conhecida.

Main Street

A Main Street é uma rua de comercio tradicional com cerca de 1 km e que passa por alguns dos principais edifícios. Todas as suas lojas, o ambiente inglês de alguns pubs, toda a publicidade em inglês e até as tradicionais cabines telefónicas vermelhas e os marcos de correio nos ajudam a viajar para o Reino Unido, sem nunca ter saído dos arredores da Andaluzia.

Ao longo da rua encontramos o Parlamento, a Casa do Governador e uma Catedral. Quando iniciamos a nossa caminhada encontramos um velho e pequeno cemitério, junto às muralhas da cidade. Este é o cemitério de Trafalgar.

O Parque Natural de Upper Rock

Quando somos confrontados com os preços praticados pelos guias com que nos cruzamos ficamos sempre na dúvida e parecem algo confusos. A razão é que a entrada no Parque Natural de Gibraltar custa um determinado valor e depois a entrada em algumas das atrações são acrescidas de outro tanto valor. No nosso caso escolhemos o passeio que nos permitiu visitar o Pilates de Hércules, St. Michael´s Cave, Apes’ Den e a Princess Caroline’s Battery.

Não foram todas as atrações existentes, mas com crianças e com o tempo instável, o conforto de um fazer dentro de um automóvel foi algo que valeu apena.

Pilates de Hércules

Encontra-se junto a uma das entradas do Parque Natural e onde são adquiridos os passes para aceder às várias atrações. Neste local, que também é um miradouro, onde é possível ver África. Nós tentamos, mas o Upper Rock nos recebeu com o tempo característico do Reino Unido. Os Pilares de Hércules fazem referência a uma imagem mítica em que Hércules sustentava as colunas localizadas no Estreito de Gibraltar, entre a Europa e a África.

Pilares de Hércules

Saint Michael’s Cave

Depois de passar a entrada do parque foi-nos dada umas pulseiras que permitem visitar algumas das atrações dentro do parque através da leitura do código de barras. A caverna de São Miguel (pela tradução literal) é uma gruta enorme onde podem ser observadas as estalactites e estalagmites e surpreende pela sua dimensão. Atualmente a gruta encontra-se iluminada por um espetáculo de luz e som. O espetáculo montado, na caverna maior, onde se encontra montado um palco, através dos efeitos sonoros e de projeção, dá a sensação que as paredes se movimentam.

A visita à caverna pode durar uns 10 minutos ou muito mais caso fique a assistir ao espetáculo de projeção e som ou fascinado pelos cantos e recantos da caverna.

Os Macacos de Gibraltar

Esta é a principal atração do Parque Natural e encontram-se espalhados e a viver em liberdade por todo o parque. Por esse motivo é normal encontrar macacos em todos os cantos e recantos. É o único local na Europa onde ainda se podem observar macacos em liberdade.

Ao longo do parque somos sempre alertados para os cuidados a ter com eles. Não deveremos alimentar, não os deveremos confrontar, devemos ter em atenção ao flash, não devemos andar com comida na mão porque eles podem levar, atenção às malas e aos sacos e principalmente não os confrontar ou perturbar. A verdade é que eles possuem estações onde são alimentados e têm água.

Além disso como vivem em grupos, por vezes podem-se confrontar e como tal deveremos manter uma distância de segurança e seguir as orientações dos guias.

Encontramos alguns macacos bebés que só queriam brincar, encontramos também alguns que ignoraram completamente a nossa presença, mas também alguns que saltaram para as nossas costas, curiosos com o que estava dentro do gorro do casaco.

Junto ao ponto mais alto que o nosso guia nos levou encontrava-se a estação de alimentação dos macacos. Além disso e a curta distância encontrava-se a Skywalk.

Skywalk

A skywalk encontra-se a 340 metros sobre o mar e é uma estrutura com o chão feito em vidro e apenas para os mais corajosos. É uma estrutura que segundo o nosso guia não está incluída no tarifário que pagamos e por isso não a visitamos de perto. Ficamos a observar a estação de alimentação dos macacos que também se encontra no extremo superior do parque natural. Aqui pode-se igualmente observar o oceano que se encontra lá em baixo do precipício e todo o frenezim dos turistas e dos macacos.

Skywalk

Princess Caroline’s Battery

Este ponto turístico é apenas um ponto estratégico militar onde se encontrava um canhão que permitia fazer a defesa de Gibraltar. É localizado no lado norte em frente ao aeroporto servindo assim de miradouro para o peculiar aeroporto de Gibraltar.

Great Siege Tunnels

O The Rock possui vários tuneis que serviram de defesa quando a Espanha tentou invadir Gibraltar e também tuneis usados na Segunda Guerra Mundial. Nos enormes tuneis conseguimos ver as estruturas que anteriormente se encontravam montadas e através das “janelas” abertas nas rochas conseguimos observar o aeroporto e a La Linea de La Concepcion. Foi fazendo uso desta vantagem estratégica que Gibraltar se conseguiu defender ao longo dos séculos.

Windsor Bridge

Esta ponte suspensa não foi visitada por nós porque não fazia parte do roteiro pago com os guias. No entanto ficamos bastante curiosos, uma vez que estando localizada no parque natural é visível da cidade. Estando a uma altura considerável e inserida no parque natural acreditamos que será mais um ponto a visitar.

Como planear a sua viagem para Gibraltar?

Através do uso dos seguintes assistentes poderá planear a sua viagem para Gibraltar fazendo a reserva de voos e hotéis entre outros.

Devido ao cambio e aos preços elevados de Gibraltar a reserva de alguns serviços serão mais baratos em Espanha.

Hoteis

hotel compare tool from hotelcombined

Aviões
Rent-a-car
Actividades
Transfers


Planeie a sua próxima viagem utilizando as seguintes ferramentas e/ou Websites


Utilizando as sugestões e as ferramentas existentes no website está a ajudar a manter o scannertrip. Não paga mais por isso e serão certamente dicas que o apoiarão nas suas viagens. Para o Scannertrip faz toda a diferença!

  • Para encontrar as melhores estadias utilize o Booking. É um dos melhores websites de reservas de estadias e sempre com algumas promoções em alguns destinos. A confiança e a facilidade de reserva e cancelamento fazem com que seja mesmo o mais popular. 
  • Para comparar preços de estadias pode utilizar o Hotels Combined ou o hotellook. Estes motores de busca mostram os diferentes preços de outros websites para o mesmo destino. Pode eventualmente haver um preço mais baixo para o mesmo hotel noutro website e estes motores de buscar irão mostrar.
  • Se precisar de andar de avião, pesquise os voos num comparador de preços. Recomendo o jetradar ou o muito conhecido Kiwi.
  • Quando está a pensar no que fazer no seu destino irá obviamente pesquisar atividades para o ocupar. Use este comparador de atividades existente no scannertrip fornecido pelo Musement, o tiqets ou o civitatis.
  • Transfers de e para o aeroporto podem ser adquiridos através do website kiwitaxi. Assim não precisa de entrar em contato com as diferentes companhias existentes no seu destino à procura do melhor preço.
  • Se optar por reservar um automóvel utilize igualmente os comparadores de preços. O website autoeurope que compara os preços de diferentes companhias de aluguer.

Sugestões para a sua estadia perto de Gibraltar ou em Gibraltar

Na nossa breve passagem por Gibraltar optamos por ficar alojados no lado de Espanha. A cidade de La Linea de la Concepcion possui alojamentos a preços mais reduzidos e a curta distância da fronteira.

Booking.com

Ou escolha entre as opções mais populares.

Gostou de Gibraltar! Está com vontade de realizar a sua visita? Certamente que vai encontrar motivos para visitar em mais dias do que os apresentados mas esperemos que este pequeno guia de um dia lhe seja útil. Aproveite e conheça também o lado de Espanha, mais especificamente Algeciras. Se tiver curiosidade, pode ler outros artigos sobre a Andalucia.

One Comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.